Mais de 11 mil candidatos se inscrevem para ganhar casa em residencial de Timon – Notícias da Cidade de Timon
sáb, abr 27th, 2013

Mais de 11 mil candidatos se inscrevem para ganhar casa em residencial de Timon

Lindalva Miranda
Para Timon

Até ontem, cerca de onze mil pessoas tinham realizado inscrições para concorrer a uma casa no Residencial dos Cocais, localizado no bairro Flores, em Timon-Maranhão. O residencial faz parte do Programa Federal Minha Casa Minha Vida.

As inscrições tiveram início no dia 22 deste mês, com previsão para encerrar dia 17 de maio e estão sendo realizadas na sede do Complexo de Infraestrutura e Habitação “Leandro Rêgo Gaspar Ferreira”, localizado na Avenida Paulo Ramos, Centro.

A inovação para quem deseja mais comodidade, sem precisar se deslocar até a Secretaria de Habitação do município, é que a inscrição pode ser feita através do site da Prefeitura de Timon: http://timon.ma.gov.br/semhab/mcmv/index.php. “Estamos esperando aproximadamente quinze mil inscritos. Até agora já temos cerca de onze mil pessoas que se cadastraram para concorrer a uma casa no novo residencial.

No início das inscrições nós disponibilizamos quatro locais para o atendimento. Mas pelo fato de o movimento ter diminuído, com o passar dos dias, e também pelo fato de as inscrições estarem sendo feitas pelas internet, passamos a atender apenas na Secretaria de Habitação”, esclarece o secretário de Habitação de Timon, Hélio Silva Lopes.

casa

As casas do Residencial dos Cocais já estão com 60% das obras concluídas, de acordo com o secretário de Habitação. O sorteio das casas acontecerá em maio e a entrega está prevista para o segundo semestre, provavelmente, no mês de agosto, quando serão entregues 500 casas.

“Foram implantados seis critérios de prioridade, sendo três deles nacionais e três locais. É importante ressaltar que as pessoas cadastradas que não forem contempladas nessa seleção poderão concorrer a outros empreendimentos, como, por exemplo, o Residencial dos Cocais II, que será construído no bairro Boa Vista”, acrescenta Hélio Silva.

Outra observação feita pelo secretário de Habitação de Timon é em relação à comprovação dos dados afirmados no documento de inscrição. Ele cita como exemplo o caso de pessoas que disseram ser deficientes.

Nestes casos, diz ele, estas pessoas terão que comprovar o problema com laudo médico, assim como o caso de a pessoa, ao se cadastrar, afirmar que reside em área de risco, o que terá que ser apresentado um comprovante da Defesa Civil.



Comentário

XHTML: You can use these html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


8 − um =